“Mud” encerra competição de Cannes com amor e esperança

Filme dirigido por Jeff Nichols tem Matthew McConaughey e Reese Witherspoon no elenco

Mariane Morisawa, enviada especial a Cannes |

Quinta produção americana do Festival de Cannes 2012 , “Mud”, de Jeff Nichols, encerra a competição numa nota esperançosa, como testemunharam os jornalistas presentes à sessão de imprensa na manhã deste sábado (26).

O filme do diretor de “O Abrigo”, apresentado na mostra Um Certo Olhar no ano passado, começa lembrando “Conta Comigo”, com os garotos Ellis (Tye Sheridan) e Neckbone (Jacob Lofland) achando um barco preso no alto de uma árvore. Logo, descobrem que há alguém escondido lá. O fugitivo Mud (Matthew McConaughey) convence os meninos a conseguir as peças para consertar o barco e fugir com sua amada Juniper (Reese Witherspoon).

Divulgação
Cena de 'Mud'

“Mud” é a história de um fugitivo e, portanto, de uma perseguição, mas, principalmente, é um drama sobre o amor. Os pais de Ellis estão se divorciando, e o garoto procura desesperadamente uma relação que lhe sirva de exemplo.

“Ele observa tudo e tem um desejo desesperado de entender o amor”, disse o diretor Jeff Nichols na entrevista coletiva após a sessão. “Para mim, o filme era sobre esse menino procurando uma versão do amor que funcione, pois os adultos em volta não são bons exemplos.”

O próprio Ellis está experimentando o amor pela primeira vez. Há outros tipos de amor no filme, como o de Galen (Michael Shannon, em seu terceiro trabalho com o diretor) pelo sobrinho Neckbone, de Tom Blankenship (Sam Shepard) por Mud, dos meninos entre eles. O filme, em si, mostra muito carinho pelos personagens, por menos adoráveis que sejam.

Veja: Kristen Stewart monopoliza atenções em Cannes

O diretor capta a paisagem e o espírito do sul dos Estados Unidos sem cair no folclore ou no preconceito. “Gosto de filmes grandes e arrebatadores como ‘Lawrence da Arábia’, queria aplicar isso ao lugar de onde venho, essas cidades pequenas com pessoas pequenas”, afirmou Nichols. A natureza invade o longa-metragem por todos os poros. “É sobre a vida. Fora que uso esses momentos para permitir que o público pense.”

Jeff Nichols, que é do Arkansas, acabou indo buscar dois garotos sulistas para interpretar Ellis e Neckbone. “Foi incrível achar esses meninos que pudessem andar de moto, pilotar barcos, pular em riachos com cobras. Não quis importar garotos de Los Angeles e fazer com que eles tivessem aulas de motocicleta”, contou.

Matthew McConaughey e Reese Witherspoon, os dois nomes mais conhecidos do elenco, também são sulistas. “Cresci com meu irmão em riachos, dirigindo motocicleta. Senti como se estivesse em casa”, disse a atriz. McConaughey disse que o relacionamento com os meninos foi facilitado. “Eu e Tye somos da mesma região do Texas, tínhamos um atalho. A gente pescou juntos.” Apesar de serem dois grandes astros, eles se encaixam perfeitamente nesse mundo liderado pelos dois ótimos jovens atores.

“Mud” é muito bem realizado e uma ótima opção para ver no cinema, mas falta-lhe uma dimensão mais abrangente para ser candidato sério à Palma de Ouro. Se bem que, com a falta de unanimidade desta edição de Cannes, nunca se sabe.  

    Leia tudo sobre: festival de cannescinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG