"Madagascar 3" vai ao circo e ganha mais cores

Terceira parte da série animada da Dreamworks traz de volta vozes de Ben Stiller e Chris Rock; leia entrevistas em Cannes

Mariane Morisawa, enviada especial a Cannes |

O Festival de Cannes já tem uma tradição: apresentar uma animação da Dreamworks todos os anos, fora de competição. Em 2012, é a vez de “Madagascar 3”, de Eric Darnell, Tom McGrath e Conrad Vernon, exibido em sessão de imprensa no início da tarde desta sexta-feira (18). O iG assistiu ao filme numa outra exibição, para poder participar das entrevistas na tarde da quinta.

Em “Madagascar”, o leão Alex (com voz original de Ben Stiller), a zebra Marty (Chris Rock), a hipopótama Gloria (Jada Pinkett Smith) e a girafa Melman (David Schwimmer), todos animais do zoológico de Nova York, foram parar na ilha por engano. Em “Madagascar 2”, eles continuaram tentando voltar para casa, mas chegaram à África.

Siga o iG Cultura no Twitter

Na terceira aventura, o quarteto tem uma ideia brilhante: juntar-se a um circo para, viajando, chegar a seu lugar de origem. Lá, eles topam tanto com novos animais, como o leão marinho Stefano (Martin Short), a onça Gia (Jessica Chastain, indicada ao Oscar de atriz coadjuvante por “Histórias Cruzadas” ) e o tigre Vitaly (Bryan Cranston), quanto com uma vilã daquelas, Chantel DuBois (Frances McDormand), um misto de Marlene Dietrich e cão farejador que odeia bichos.

Assista a uma cena exclusiva de "Madagascar 3"

O novo cenário adiciona mais cor, mais aventura e imagens mirabolantes ao longa em 3D, que tem roteiro de Eric Darnell e Noah Baumbach (“O Fantástico Sr. Raposo”). Para um terceiro filme, até que provoca boas risadas.

Divulgação
"Madagascar 3": animais continuam tentando voltar para Nova York
Chris Rock, que participou de mesa-redonda de entrevistas ao lado de Ben Stiller, disse que gostou do 3D. “Ficou mais colorido, é quase como se fosse um filme de Baz Luhrmann ou uma pintura do Salvador Dalí ou uma foto do David LaChapelle.”

Para Stiller, tudo foi mais fácil desta vez. “No primeiro filme, não conhecíamos bem a história. Agora, com um roteiro mais bem definido, foi bem mais tranquilo.”

Leia também: Preso há 18 anos, protagonista de "Reality" não comparece a Cannes

Jessica Chastain, que estreia na dublagem de personagem animado, achou a experiência bem divertida. “Em certo momento, comecei a me sentir envergonhada, porque tinha de fazer essas coisas malucas, sem ter um parceiro ao lado, diante de uma parede de vidro”, contou.

Chastain também se surpreendeu ao perceber que os displays de Gia foram feitos numa pose igual à dela. Martin Short confirmou que os animadores inspiram-se nos atores-dubladores. “Acho que eles usam alguma coisa da nossa energia, sim”, afirmou.

Veja fotos do segundo dia do festival de Cannes

Schwimmer acha que pode ser mais complicado dublar do que fazer um papel com sua própria cara. “É muito libertador. Mas às vezes mais difícil. É preciso liberar a criança dentro de você.” O ator também contou que gostava do trapézio e da corda bamba quando era pequeno. Já Jada Pinkett-Smith confessou seu pavor de palhaços. “Sempre acho que alguém atrás daquele sorriso pintado deve ser uma pessoa má e horrível!”, disse a atriz.

Assista ao trailer de "Madagascar 3":

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG