Festival de Cannes abre em meio a acusações de machismo

'Homens adoram que suas mulheres tenham profundidade, mas só no que diz respeito aos decotes', diz carta enviada a jornal

BBC Brasil |

selo

O Festival de Cannes 2012 abre nesta quarta-feira em meio a acusações de machismo por parte dos organizadores da mostra cinematográfica. A edição deste ano do tradicional festival de cinema não traz nenhum filme na mostra competitiva dirigido por mulheres. Até hoje, somente uma mulher foi agraciada com o prêmio máximo do festival, a cineasta Jane Campion, pelo filme "O Piano", em 1993.

Getty Images
O júri do Festival de Cannes 2012

A polêmica teve início após um grupo de cineastas de destaque ter escrito uma carta aberta ao jornal francês Le Monde criticando a ausência de filmes de mulheres cineastas. Entre as signatárias do documento assinado por um coletivo de cineastas chamado A Barba figuram as diretoras Virginie Despentes, que realizou o sexualmente explícito "Baise-Moi", de 2000, e Coline Serreau, que recebeu três prêmios César por "Três Homens e um Bebê", em 1985.

"Profundidade...só no decote"

A carta, farta em ironias, afirma que ''os homens adoram que suas mulheres tenham profundidade, mas só no que diz respeito aos seus decotes. Todos os 22 filmes em competição foram feitos, coincidência, por 22 homens''.

O único filme de um brasileiro na mostra competitiva é "Na Estrada", de Walter Salles - uma adaptação do clássico livro de Jack Kerouac. O elenco traz Kristen Stewart, da saga "Crepúsculo", além de Viggo Mortensen e Kirsten Dunst.

O filme que abre a mostra deste ano é a mais recente produção do diretor de "Os Excêntricos Tenenbaums", Wes Anderson, a comédia "Moonrise Kingdom", com elenco estelar: Bill Murray, Edward Norton, Bruce Willis e Tilda Swinton. Entre os filmes que participam da mostra deste ano estão a nova produção do britânico Ken Loach, a comédia dramática "The Angel's Share". O cineasta já foi indicado à Palma de Ouro em 11 ocasiões e venceu o prêmio pelo filme de 2006 "Ventos da Liberdade".

Participantes

Diretores premiados em edições passadas, como Michael Haneke, agraciado com a Palma de Ouro por "A Fita Branca", participa do festival com "Amour", estrelando Isabelle Hupert; e Jacque Audiard, que com o seu "O Profeta", de 2009, venceu do Grande Prêmio do Júi, integra a competição com "Rust and Bone", protagonizado pela vencedora do Oscar, Marion Cotillard.

O canadense David Cronenberg está na mostra com "Cosmopolis", com outro protagonista da saga "Crepúsculo", o ator Robert Pattinson. O filho de Cronenberg, Brendan, também participa do festival, com seu filme "Antiviral", que integra a competição paraleala Um Certo Olhar.

Entre os longas mais aguardados estão "The Paper Boy", com John Cusack, Zac Efron e Nicole Kidman e "Killing Them Softly", com Brad Pitt. O norte-americano Pitt e sua mulher, Angelina Jolie, são algumas das celebridades aguardas no tapete vermelho. O júri de Cannes é presidido pelo cineasta italiano Nanni Moretti e inclui o ator Ewan McGregor e a cineasta Andrea Arnold, autora da adaptação de "O Morro dos Ventos Uivantes" lançada no ano passado.

    Leia tudo sobre: geral

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG