Filme sobre Hemingway feito para a TV é um dos destaques de Cannes

Longa de Philip Kaufman, 'Hemingway & Gellhorn' tem Clive Owen, Nicole Kidman e Rodrigo Santoro no elenco

Mariane Morisawa, enviada especial a Cannes |

Divulgação
Clive Owen e Nicole Kidman em 'Hemingway & Gellhorn'

A separação entre televisão e cinema fica cada vez menor – até no Festival de Cannes 2012 . Depois de exibir a minissérie “Carlos”, de Olivier Assayas , sem dúvida uma das cinco melhores coisas do festival em 2010, agora é a vez do filme “Hemingway & Gellhorn”, feito por Philip Kaufman para a HBO e estrelado por Clive Owen, Nicole Kidman e Rodrigo Santoro, sobre o romance entre o escritor e a correspondente de guerra Martha Gellhorn.

Divulgação
O diretor Philip Kaufman

Não é de hoje que a HBO produz coisas dignas de passar na tela do cinema – seriados como “Os Sopranos” e “Game of Thrones” e minisséries como “Mildred Pierce” dão o atestado de qualidade das produções do canal por assinatura. Tanto que vem atraindo diretores estrelados, como Kaufman, que participou da criação de “Os Caçadores da Arca Perdida” e dirigiu “Invasores de Corpos” (1978), “Os Eleitos” (1983) e “A Insustentável Leveza do Ser” (1988).

Siga o iG Cultura no Twitter

Além da exibição do novo longa, ele dará uma aula magna. Em 2012, em vez de uma masterclass, haverá três: o compositor Alexandre Desplat e o ator, diretor e produtor Norman Lloyd também falam sobre seu trabalho e o cinema.

Bernardo Bertolucci, sem lançar filme desde 2003, por problemas de saúde, apresenta “Io e Te”, fora de competição. Outro homenageado é Claude Miller, morto em abril, cujo último filme, “Therese Desqueyroux”, encerra o 65º Festival de Cannes no dia 27.

Divulgação
Ursula Andress e Sean Connery em '007 Contra o Satânico Dr. No'
James Bond

No Cinéma de la Plage, único evento totalmente aberto ao público, com cadeiras sobre a areia da praia, a celebração é para o espião mais famoso do mundo, James Bond, cuja carreira cinematográfica completa 50 anos em 2012.

Entre os longas exibidos estão “007 contra o Satânico Dr. No”, “Cassino Royale”, “007 A Serviço Secreto de Sua Majestade” e “Moscou Contra 007”.

“Tubarão”, de Steven Spielberg, curiosamente, também passa à beira do mar, e é uma das atrações da seção Cannes Classics, que conta com cópias restauradas de “Era uma Vez na América”, de Sergio Leone, “Lawrence da Arábia”, de David Lean, e “A Balada de Narayama”, de Keisuke Kinoshita, entre outros.

Acesse o especial Festival de Cannes

    Leia tudo sobre: Festival de Cannescinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG