Calmaria súbita domina campanha no MT

Tendência foi inaugurada pelo governador e candidado à reeleição, Silval Barbosa no horário eleitoral

Kelly Martins, iG Cuiabá |

Após dias seguidos de ataques mútuos, a campanha para o governo de MT a prudência parece estar predominando nas participações dos candidatos nos programas eleitorais.

Líder nas pesquisas de intenção de voto, o governador e candidato à reeleição Silval Barbosa (PMDB) prefere manter a paz (conveniente) com todos os adversários.

"Não vou ficar perdendo tempo em rebater denúncias infundadas, quando posso apresentar projetos aos eleitores". Barbosa e o adversário Mauro Mendes (PSB) vivem em um embate jurídico pautado por

denúncias de suposta compra de apoio de prefeitos e uso de servidores públicos em campanha.

No programa eleitoral de hoje, o governador fez promessas para tentar “liquidar” com o tráfico de drogas no Estado, considerada umas das principais rotas do crime no país pela divisa com a Bolívia.

A reestruturação do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e o aumento do efetivo das polícias Civil e Militar, por exemplo, compõem a lista de prioridades de Silval. 

Segundo colocado na corrida pelo Palácio Paiaguás, Wilson Santos (PSDB) tem priorizado a Saúde em suas apresentação no programa eleitoral, em especial, a promessa de construir seis novos hospitais regionais, promover a capacitação dos profissionais da área e a ampliar o número de Pronto Socorros da Família.

Insatisfeito com os resultados dos programas eleitorais, Mauro Mendes (PSB) decidiu substituir a atual equipe de marketing e contratar um novo marqueteiro. 

Mendes defendeu a industrialização como fator principal para a geração de empregos. A meta do socialista é criar 200 mil empregos em quatro anos.

    Leia tudo sobre: Eleições MTEleições Campanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG