Caças canadenses escoltam avião por ameaça de bomba

Autoridades receberam uma ameaça de bomba e informaram meios de imprensa locais

EFE |

Fontes do Ministério da Defesa canadense disseram que o voo 839 da Cathay Pacific procedente de Hong Kong foi escoltado por dois caças CF-18 que decolaram da base aérea Comox até que o avião aterrissou sem incidentes às 13h35 (horário local, 17h35 de Brasília) no aeroporto internacional de Vancouver.

A Polícia Montada do Canadá disse que as autoridades canadenses receberam uma ligação na qual se ameaçava o voo no qual viajavam 283 passageiros e 14 tripulantes.

AP
Caça acompanha avião no Canadá, após ameaça de bombas

Após a aterrissagem do avião, a Polícia realizou uma revista sem encontrar nada suspeito.

Os passageiros do voo da Cathay Pacific só puderam deixar o aeroporto de Vancouver quatro horas depois da aterrissagem.

Um passageiro declarou à rede de televisão canadense "CTV" que se assustou quando viu através da janela do avião que um caça "estava voando muito perto".

A porta-voz da Polícia Montada disse em entrevista coletiva que "esta ameaça foi levada a sério. Só queremos assegurar aos viajantes que não há nenhuma ameaça neste momento".

Ela acrescentou que a investigação continuará e que esperam descobrir exatamente o que aconteceu.

    Leia tudo sobre: Caçacanadense

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG