Zuanazzi não deve ir ao Senado para falar do caso Varig

O ex-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) Milton Zuanazzi, não deverá comparecer amanhã à audiência pública, na Comissão de Infra-Estrutura do Senado, para esclarecer detalhes da venda da Varig. O objetivo da ausência seria evitar um confronto com a ex-diretora Denise Abreu, autora da denúncia de que a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, teria interferido diretamente na venda da empresa.

Agência Estado |

Além de Denise já estão confirmados para amanhã, na comissão, outros dois ex-diretores da agência Jorge Vellozo e Leur Lomanto.

Estão previstas também as participações do ex-procurador da Fazenda Nacional Manoel Brandão e do ex-procurador da Anac, João Ilídio de Lima Filho. O juiz Luiz Roberto Ayub já comunicou à assessoria do presidente da comissão, Marconi Perillo (PSDB-GO), que não comparecerá. O senador conversou hoje com a diretoria da TAM para solicitar esquema de segurança que garanta a inviolabilidade da bagagem que Denise Abreu pretende levar amanhã a Brasília, com documentos que serão apresentados à comissão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG