Zina, do Pânico, permanece em silêncio na delegacia

Levado ao 72º Distrito Policial (Vila Penteado) depois de ser detido por policiais militares no início da tarde deste sábado, 16, Marcos da Silva Herédia, de 27 anos, o Zina do programa Pânico na TV, da Rede TV!, preferiu permanecer em silêncio e se manifestar somente na presença de um juiz. A informação é da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Agência Estado |

Zina recebeu voz de prisão em flagrante por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

A Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima no final da manhã avisando que um homem, possivelmente o integrante do programa humorístico, estava efetuando disparos para o alto em uma mata na região do Jaraguá, na zona norte de São Paulo. Zina mora nas imediações. Policiais da 2ª Companhia do 18º Batalhão da PM foram até o local e, de acordo com a SSP, encontraram na área cinco cápsulas deflagradas. Em seguida, por volta do meio-dia, foram até a casa do integrante do Pânico, que estava acompanhado pela irmã.

Os dois permitiram a entrada dos policiais. Conforme a SSP, assim que foi questionado sobre a arma, Zina entregou aos policiais um revólver calibre 38, com a numeração raspada, que estava em um dos cômodos da casa. Segundo a PM, o revólver tinha cinco cápsulas deflagradas.

A delegada responsável pelo caso solicitou exame necroscópico ao indiciado, e perícia ao revólver e às cápsulas. O resultado dos laudos deve esclarecer se Zina atirou ou não. Inicialmente, ele permanecerá na carceragem no 72º DP.

O integrante do Pânico já havia sido preso em 28 de outubro do ano passado, com um pino de cocaína, na mesma região. Na ocasião, foi registrado um termo circunstanciado na delegacia, já que a quantidade de droga apreendida o classificava como usuário.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG