Foi suspensa a traqueostomia à qual a escritora Zélia Gattai, de 91 anos, seria submetida hoje no Hospital da Bahia, em Salvador. O hospital chegou a confirmar a realização da traqueostomia, mas segundo o médico da escritora, o cardiologista Jadelson Andrade, ela apresentou uma melhora significativa na respiração e no quadro geral de lucidez e a equipe resolveu não fazer a cirurgia.

A operação tinha o objetivo de facilitar o procedimento de respiração artificial à qual ela é submetida desde que passou por uma cirurgia, na quinta-feira da semana passada, para desobstruir um trecho de seu intestino delgado. A operação consiste na abertura de um trecho da traquéia, que liga a laringe aos pulmões, para a introdução de um tubo, que auxilia na respiração. O médico acredita, até, que possa remover os aparelhos de respiração artificial amanhã.

Zélia está internada desde 30 de março, quando chegou ao hospital com um quadro de infecção urinária. Depois da cirurgia, ela teve insuficiência renal aguda e passou por sessões de hemodiálise, já interrompidas. A escritora continua sendo alimentada por meio de sonda na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Apesar da melhora, não há previsão de alta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.