Yeda sanciona orçamento de R$ 27,7 bilhões no RS

A governadora Yeda Crusius (PSDB) sancionou hoje a Lei Orçamentária de 2010, prevendo investimentos de R$ 2,8 bilhões, um aumento de quase 30% em relação à previsão feita para 2009. O total de recursos a serem administrados pelo Estado chega a R$ 27,7 bilhões, sem as transferências intraorçamentárias.

Agência Estado |

Com elas, passa para R$ 32 bilhões.

As secretarias e órgãos estaduais poderão gastar R$ 1,6 bilhão com programas sociais e obras. O outro R$ 1,2 bilhão será aplicado pelas estatais como a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) e a Companhia Rio-Grandense de Águas e Saneamento (Corsan), com recursos próprios.

A área que receberá mais recursos é a de infraestrutura, com R$ 433,7 milhões, aumento de 5,3% sobre a previsão de 2009. Entre as obras mais vistosas está a construção de um trecho da RS-471, que vai encurtar em cem quilômetros o trajeto por asfalto entre o noroeste do Estado e o porto de Rio Grande. A despesa com pessoal está estimada em R$ 12,3 bilhões.

Ao assinar a lei, Yeda destacou que adotou o orçamento realista, sem prever despesas maiores que as receitas, o Estado transformou um déficit estrutural de décadas em superávit. Em 2007, recordou, o superávit primário chegou a R$ 954 milhões. A meta para 2010 é elevá-lo para R$ 2 bilhões. "Temos volume maior para gastar do que tínhamos no passado, por isso estamos aumentando os gastos em saúde, segurança pública e educação de uma maneira realista e regionalizada", afirmou a governadora.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG