Yeda quer que União pague fiscalização de estradas

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) vai voltar a fiscalizar os serviços prestados pelas concessionárias em seis polos rodoviários do Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira, por determinação da governadora Yeda Crusius (PSDB). O serviço será limitado aos trechos estaduais, correspondentes a 40% das rodovias com pedágios.

Agência Estado |

O governo gaúcho também anunciou que vai produzir relatórios das vistorias para os encaminhar à União, de quem também tentará cobrar o custo da fiscalização. O Ministério dos Transportes não comentou o assunto.

A decisão de Yeda é mais um capítulo de um impasse que começou em dezembro de 2008 e que ainda não chegou a uma solução. À época, o Ministério dos Transportes não deu o aval que o governo gaúcho queria para prorrogar as concessões rodoviárias por mais 15 anos, sem nova licitação, em troca de obras como duplicação de estradas. Em agosto do ano passado, Yeda tentou devolver ao governo federal o controle dos polos, mas o ministério não aceitou. Desde então nenhuma das duas partes fiscalizava as concessões rodoviárias.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG