implodir o governo gaúcho - Brasil - iG" /

Yeda diz que Feijó veio para implodir o governo gaúcho

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), afirmou hoje que o vice-governador do Estado, Paulo Feijó (DEM), sempre disse que todo o governo é ruim e que toda a estatal tem que ser privatizada. Em sua avaliação, o vice tem postura de empresário, e isso é implosivo para o governo.

Agência Estado |

"Ele entrou no governo para implodir o governo", disse ela, em entrevista concedida à Rede Eldorado.

Quando perguntado se ela acha que Feijó deve ser expulso do DEM, após ter divulgado gravações de conversas com autoridades do governo para fundamentar denúncia de corrupção contra a governadora, Yeda Crusius respondeu apenas que a decisão cabe ao partido. No áudio, o ex-chefe da Casa Civil, Cézar Busatto (PPS), afirma que "todos os governadores só chegaram aqui (ao governo) com fonte de financiamento". "Hoje é o Detran (Departamento Estadual de Trânsito), no passado foi o Daer (Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem)", disse.

A revelação de um esquema de fraude de R$ 44 milhões no Detran e seus desdobramentos mergulharam o governo de Yeda Crusius em uma profunda crise política. A governadora já realizou trocas na cúpula do governo, exonerou inclusive o ex-chefe da Casa Civil. Na terça-feira, o PSOL e o PV protocolaram o pedido de impeachment da governadora na Assembléia Legislativa gaúcha.

A governadora do Rio Grande do Sul ressaltou que a atual crise política vivida no Estado não atrapalhou sua administração, e que o governo "continua andando". "A oposição faz sua parte contra meu governo porque a nossa vitória eleitoral espantou as pessoas", disse. Yeda Crusius também criticou a criação da Contribuição Social para a Saúde (CSS), dizendo que a sociedade está cansada de impostos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG