PORTO PRÍNCIPE ¿ O cantor Wyclef Jean, de origem haitiana, chegou hoje a Porto Príncipe e imediatamente comunicou uma série de ações para amenizar a crise dos alimentos enfrentada pelo Haiti.

Em entrevista coletiva no Aeroporto Internacional Toussaint Louverture, Wyclef anunciou uma iniciativa para ajudar a população haitiana lançada por sua organização, a Yelé Haiti, pelo Programa Mundial de Alimentos (PMA), da ONU, e pela Fundação Pan-americana para o Desenvolvimento (PADF).

Na presença de representantes das duas entidades internacionais, o músico anunciou que o projeto tem como objetivo arrecadar US$ 48 milhões para ajudar pessoas afetadas pela crise que o país enfrenta.

"Estamos comprometidos a fornecer alimentos, criar empregos e dar suporte à produção agrícola", declarou o artista.

Wyclef destacou a importância de serem criadas atividades econômicas, já que, "quando alguém, a cada dia, dá alimentos a outra pessoa, isto favorece a passividade", disse.

O rapper também declarou que especialistas internacionais estão dispostos a se reunirem com camponeses haitianos nos próximos dias para saber do que eles precisam.

"É anormal construir programas para o povo sem que o ponto de vista dele seja ouvido", declarou Wycleaf.

Sem se referir diretamente aos distúrbios registrados no começo de abril, nos quais seis pessoas morreram, o músico convidou à população a "parar de causar destruição quando há um problema no país".

Leia mais sobre: Haiti , Wyclef Jean

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.