Moscou, 9 dez (EFE).- A cantora americana Whitney Houston apresentou hoje no pavilhão Olimpiyski de Moscou seu último trabalho, I look to you, assim como velhos sucessos como I will always love you e Im your baby tonight, informou a televisão russa.

A atuação da artista foi precedida pela do cantor russo Dima Bilán, ganhador de Eurovision 2008, que não poupou forças para aquecer os 20 mil espectadores que desafiaram a fria noite de Moscou para ver a estrela do filme "Guarda Costas".

Houston começou assim em Moscou sua primeira viagem internacional depois de seis anos de silêncio, sem ares de diva e com um público ansioso para confirmar se seus problemas com as drogas efetivamente não abalaram sua carreira, nem prejudicaram sua voz e seu talento.

Apesar do preço elevado dos ingressos, que oscilaram entre os 2,2 mil e os 32 mil rublos (entre US$ 74 e US$ 1,1 mil), os mesmos se esgotaram rapidamente.

Após uma segunda atuação no domingo no Palácio de Gelo de São Petersburgo, a artista fará uma pausa e a partir de fevereiro percorrerá Japão, Austrália, Reino Unido, Espanha, Itália, Áustria, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Suécia e Finlândia.

Houston chegou a Moscou no domingo, acompanhada da filha Christina, de 15 anos, fruto do casamento com o também cantor Bobby Brown, de quem se separou após 14 anos de uma relação que a desgastou emocionalmente e a levou às drogas, como confessou.

Segundo a imprensa, o interesse do público russo nesse concerto não se deve tão somente ao talento da cantora, mas a doença do público de ver de perto uma renovada cantora, como a Whitney Houston, no palco.

Críticos locais destacam que a voz da cantora mudou nos últimos anos e é agora "mais grave e ligeiramente rouca", tanto ao cantar quanto na hora de falar. "O mais importante é precisamente seu característico timbre".

A lista de exigências da artista, que tinha previsto visitar com sua filha os lugares emblemáticos da cidade, entre estes o teatro Bolshoi, é simples. Entre os pedidos estão cerveja, vinho e mariscos.

Houston, 46 anos, não queria ver flores em seu quarto e pediu que o ar condicionado fosse substituído por ventiladores.

No quarto do hotel, Ritz Carlton, a dois passos da Praça Vermelha e do Kremlin, pediu móveis de pele, dois espelhos de corpo inteiro e duas chaleiras elétricas.

Para comer, a cantora, que segue uma dieta baseada em um menu dietético diferente a cada dia, pediu marisco, carne de frango e novilho jovem. EFE se-egw/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.