Tamanho do texto

LOS ANGELES ¿ A American Film Institute (AFI) homenageou os 47 anos de carreira do ator, diretor, produtor e roteirista norte-americano Warren Beatty com uma cerimônia realizada ontem no Kodak Theatre, em Los Angeles.

Beatty, acompanhado da esposa Annette Bening, foi aplaudido por muitos de seus colegas, como Jack Nicholson, Robert Downey Jr, Faye Dunaway, Jane Fonda e Eva Mendes.

Apesar de ter estrelado apenas 22 filmes em toda a sua carreira, o ator já obteve inúmeros reconhecimentos. Junto a Orson Welles, é o único a ter sido indicado ao Oscar como ator, produtor, diretor e autor de um mesmo filme.

Enquanto Welles alcançou este feito apenas uma vez com "Cidadão Kane" (1941), Beatty conseguiu-o duas, com "O Céu Pode Esperar" (1978) e "Reds" (1981), pelo qual acabou levando a estatueta de melhor diretor.

Em 47 anos de carreira, Betty, que no último dia 30 de março completou 71 anos, interpretou filmes muito diversos, de "Bonnie & Clyde: Uma Rajada de Balas" (1967) e "Dick Tracy" (1990) a "Politicamente Incorreto" (1998), no qual interpreta um senador que decide dizer toda a verdade a seus eleitores.

Desde 2001, ano em que trabalhou com Diane Keaton e Andie MacDowell em "Ricos, Bonitos e Infiéis", Beatty não apareceu mais nem na frente nem atrás das câmeras.

O prêmio pela carreira concedido pela AFI foi entregue ano passado a Al Pacino, e anteriormente a Sean Connery, George Lucas, Meryl Streep, Robert De Niro, Tom Hanks, Barbra Streisand, Harrison Ford, Dustin Hoffman, entre outros.

A atriz Marília Pêra representou a classe artística brasileira no evento. A cerimônia será transmitida com exclusividade pelo canal a cabo MGM no próximo dia 29, às 22h.

Leia mais sobre: Warren Beatty

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.