Warner Channel não acerta em sua 1ª websérie

Se a primeira a gente nunca esquece, é bom a Warner Channel aprender com sua primeira websérie. Completadas duas semanas de exibição no Brasil, Sorority Forever marca a estréia do canal fechado em produções exclusivas para a internet.

Agência Estado |

Com novos episódios (serão 40) de segunda a sexta-feira no site www.wbla.com, o seriado gira em torno da Phi Chi Kappa, uma fraternidade feminina e muito popular de uma universidade americana. Quatro novas garotas são recrutadas para a irmandade. Uma delas, Julie (Jessica Rose, dos vídeos lonelygirl15, do YouTube), sofre nas mãos da turma: meninas fúteis e ricas à la Gossip Girl .

Tal sinopse faria Sorority ser mais um drama adolescente, mas não é isso que acontece, pois a série é tão ruim que não tem cara de nada. Não há roteiro: parece que deixaram tudo no "fast foward" a fim de colocar o máximo de informações no enxuto tempo de dois minutos que cada episódio possui.

Para ajudar, o site da Warner irrita. Apesar da opção de ver os vídeos em alta resolução, não há como assisti-los com a tela cheia, dificultando a leitura das legendas. Também não há como avançar e retroceder o vídeo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG