O diretor Walter Salles recebeu nesta sexta-feira no Festival de Veneza o prêmio Robert Bresson pela busca do significado espiritual da vida que faz com seus filmes.

O diretor de 53 anos, autor de sucessos como "Central do Brasil" e produtor de "Cidade de Deus", recebeu o prêmio durante a cerimônia organizada pela Fundação Entidade do Espetáculo no Hotel Excelsior do Lido.

"Estou feliz por receber este prêmio que foi dado antes a cineastas que admiro, como Theo Angelopoulos e Wim Wenders, e principalmente ao mais jovem de todos, Manoel de Oliveira", declarou à AFP.

O cineasta, que contou que está trabalhando, entre outros projetos, na adaptação para o cinema do livro de Jack Kerouac "Pé na Estrada", quer desenvolver outros filmes mais pessoais, com atores que considera de "sua família", Fernanda Montenegro e o mexicano Gael García Bernal.

Este é o décimo ano que se concede em Veneza o prêmio Bresson, criado em colaboração com os ministérios da Informação e da Cultura do Vaticano.

kv/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.