O Grupo Votorantim, que teve a sede invadida hoje pelo movimento Via Campesina por 40 minutos, no centro de São Paulo, emitiu uma nota de repúdio à invasão do escritório central da empresa. Em seus 90 anos, o Grupo Votorantim tem sua trajetória marcada pelo respeito a toda e qualquer manifestação democrática.

O grupo sempre esteve aberto ao diálogo com todos os setores da sociedade, no entanto, considera inaceitável práticas que violem as leis vigentes do País", afirma a nota.

O informe conclui que "o Grupo Votorantim emprega mais de 60 mil colaboradores, está presente em todo o território nacional e reitera seu compromisso com o Estado democrático de direito e com o desenvolvimento sustentável, respeitando o meio ambiente e as comunidades onde atua".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.