Voos cancelados da Webjet superam os registrados na segunda-feira

Às 21h, companhia tinha mais da metade dos voo da quarta-feira cancelados

iG São Paulo |

O número de voos cancelados pela companhia Webjet, nesta quarta-feira, foi superior ao registrado na segunda-feira, quando começaram os problemas relacionados às operações da empresa. no balanço das 21h, a companhia registrava 61 voos cancelados, resultado superior ao apresentado em toda a segunda-feira, quando foram anuladas 46 operações.

AE
Passageiros se aglomeram no Aeroporto de Confins, na Grande Belo Horizonte, em Minas Gerais
A quantidade de cancelamentos desta terça-feira atingiu, até às 21h, 51,7% de seus 120 voos. Enquanto em toda a segunda-feira, o índice foi de 35,7% das 129 operações, segundo dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Em nota, a empresa disse que a situação estará normalizada até sexta-feira. Ainda segundo a empresa, todos os passageiros já haviam sido informados sobre os cancelamentos e tinham sido remanejados para voos de outras companhias.

Por conta dos atrasos, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu a venda de bilhetes da Webjet para os voos programados até a próxima sexta-feira. A agência informou que, em julho, a Webjet foi autuada em R$ 225 mil por ter excedido a carga horária da tripulação.

Além da suspensão feita pela Anac, o Ministério Público Federal no DF (MPF/DF) instaurou inquérito civil público para apurar causas e responsabilidades dos atrasos e cancelamentos de voos da companhia aérea nos últimos dias. O procurador da República Marcus Marcelus Goulart solicitou informações à empresa aérea e à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Segundo o MPF elas têm dez dias úteis para atender à requisição.

Posição da Webjet

Na segunda-feira, a empresa atribuiu o problema ao crescimento da demanda de passageiros e defende que, "por conta de peços competitivos, vem crescendo expressivamente nos últimos meses". A companhia diz que contratou 149 pessoas nos últimos três meses e, atualmente, está treinando 64 novos co-pilotos e 85 comissários. Eles devem entrar em atividade a partir de outubro.

    Leia tudo sobre: vooscancelamentowebjetaeroportocrise

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG