O governo do Estado de Alagoas anunciou hoje que irá ajudar nos trabalhos de reconhecimento dos corpos das vítimas do acidente aéreo do voo 447 da Air France, que caiu em mar aberto no último dia 31, por meio do Instituto Médico Legal (IML) Estácio de Lima. Três auxiliares de necropsia do IML de Maceió já seguiram para o Recife, em Pernambuco, onde vão auxiliar nas atividades de identificação dos corpos das vítimas retiradas do mar.

Segundo o diretor do IML de Maceió, José Kleber da Rocha Farias Santana, além dos três legistas que seguiram para a capital pernambucana, outros dois - um perito-médico-legal e odonto-médico-legal - estão de sobreaviso, esperando a confirmação do dia em que deverão viajar para integrar a força-tarefa criada para identificar as vítimas do acidente.

O Airbus A330 da Air France fazia a rota Rio de Janeiro-Paris quando, no final da noite do dia 31 de maio, desapareceu no Oceano Atlântico. No voo, estavam 228 pessoas a bordo, das quais 216 passageiros e 12 tripulantes. Destroços estão sendo retirados do mar aos poucos. Até hoje, 41 corpos de vítimas do acidente foram resgatados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.