Voo 447: navio da Marinha chega à região dos destroços

O primeiro navio da Marinha, o Grajaú, já chegou à região do Oceano Atlântico onde foram detectados destroços do avião da Air France que fazia a rota Rio-Paris com 228 pessoas a bordo. Segundo o Comando da Marinha, até o fim da manhã o navio ainda não havia conseguido encontrar os destroços porque ondas de até 2 metros de altura estão dificultam o trabalho de visualização.

Agência Estado |

O navio Grajaú é de patrulha da Marinha, saiu ontem de Natal (RN) e deveria chegar ao local no meio da tarde de hoje, mas conseguiu antecipar o horário de chegada.

No Recife, a Secretaria de Segurança Pública de Pernambuco informou que uma equipe com legista, perito criminal e papilocopista deve seguir para Fernando de Noronha ainda hoje. Segundo a secretaria, a equipe será responsável pela triagem de possíveis corpos de vítimas do acidente com o Airbus A330-200, da Air France, que devem ser identificados por meio de impressão digital, arcada dentária ou exames de DNA.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG