Voo 447: militares avistam mais possíveis destroços

Os militares avistaram hoje mais possíveis destroços do Airbus A330 da Air France a oeste do ponto no Oceano Atlântico onde inicialmente eram concentradas as buscas. Navios já foram deslocados para recolher as peças.

Agência Estado |

A Marinha e a Aeronáutica informaram que o tempo e a visibilidade pioraram, o que poderá dificultar os trabalhos na região. Porém, a condição do mar é considerada favorável, com ondas de até um metro de altura.

O diretor do departamento de Controle do Espaço Aéreo da Aeronáutica, brigadeiro Ramon Borges Cardoso, afirmou, em entrevista coletiva, que até o próximo dia 20 ainda é possível encontrar corpos no mar. Até o momento, já foram localizados 44 corpos de possíveis vítimas do acidente. O brigadeiro ressaltou que ainda não se sabe o ponto exato que o avião teria caído. "Mas nós temos uma área provável. Essa informação já foi repassada e está servindo como base para os navios que estão fazendo a pesquisa com o sonar".

A aeronave da Air France desapareceu no Oceano Atlântico, no dia 31 de maio, com 228 pessoas a bordo durante o trajeto Rio de Janeiro-Paris. De acordo com a companhia e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), 58 brasileiros embarcaram na aeronave.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG