Voo 447: franceses vêm ao País para analisar destroços

Depois de dez dias de buscas pelas vítimas e por peças do Airbus A330 da Air France, os primeiros destroços retirados do mar foram desembarcados ontem, em Natal (RN). São 37 peças (de médio e pequeno porte), que deverão ser encaminhadas ao Recife até domingo, ficando disponíveis para os investigadores franceses.

Agência Estado |

Dois representantes do Escritório de Investigações e Análises para a Aviação Civil da França (BEA) também chegam à capital pernambucana no domingo para iniciar o processo de catalogação do material, que será utilizado na investigação sobre as causas do acidente. Ainda está sendo aguardada a chegada de representantes da Air France nos próximos dias. A eles caberá a guarda de bagagens das vítimas que venham a ser resgatadas.

O estabilizador vertical do Airbus da Air France, amplamente visto nas fotos feitas pela Marinha, segue a bordo da Fragata Constituição, que ontem se reintegrou às buscas. A peça, que traz na sua composição o leme e o profundor da aeronave, também será desembarcada no Porto do Recife. A aeronave da Air France desapareceu no Oceano Atlântico, no dia 31 de maio, com 228 pessoas a bordo durante o trajeto Rio de Janeiro-Paris. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG