O Comando da Aeronáutica confirmou hoje, em nota, que o governo francês será o responsável pela investigação do desaparecimento da aeronave da Air France, que fazia o voo AF 447. De acordo com o comunicado, o apoio do governo brasileiro dará apoio à França por meio do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes da Aeronáutica (Cenipa).

A Aeronáutica informou ainda que dois investigadores do órgão francês responsável pelo caso já estão no Brasil. Hoje, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, confirmou que os destroços encontrados pertencem à aeronave da Air France desaparecida.

Em uma segunda nota, o Comando da Aeronáutica informa que os aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) realizaram hoje a cobertura de uma área de 10 mil quilômetros quadrados nas operações de busca da aeronave desaparecida. Às 12h20 (horário de Brasília) foram localizados destroços e manchas de óleo dispersos por uma área de cerca de seis quilômetros. O local fica a 700 quilômetros a nordeste da Ilha de Fernando de Noronha.

A Aeronáutica ainda anunciou que prosseguirá, durante a noite, com os trabalhos de busca utilizando um avião R-99 e outras três aeronaves C-130 Hércules. A expectativa da FAB é de que, no decorrer do dia de amanhã, toda a área de busca seja coberta por observadores. Segundo o comunicado, cerca de cem militares da FAB estão envolvidos na operação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.