Familiares das vítimas do voo 447 da Air France disseram hoje que os esforços de busca em torno do Airbus 330 voltaram a ser adiadas. Eles acusaram os investigadores franceses de corpo mole.

Robert Soulas, que perdeu a filha e o genro na tragédia e que integra a associação de familiares, disse que as buscas agora foram remarcadas para fevereiro de 2010. Inicialmente, os investigadores disseram que elas seriam retomadas ainda em 2009. Antes do novo adiamento, o prazo já havia sido postergado para janeiro de 2010.

Os familiares se reuniram hoje com o ministro dos Transportes da França, Dominique Bussereau, para perguntar quando seriam retomados os esforços de busca. O Airbus 330, que havia partido do Rio de Janeiro no dia 31 de maio com destino a Paris, caiu no Oceano Atlântico, matando as 228 pessoas a bordo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.