Vizinha de Madonna processa cantora por excesso de barulho

NOVA YORK (Reuters) - Uma vizinha de Madonna em Manhattan, em Nova York, processou a administradora do prédio afirmando que os hábitos da cantora de ensaiar com música alta é um incômodo para os outros moradores. Madonna e um ou mais de seus convidados dançam e fazem exercícios repetidamente no apartamento 7A ao ritmo de uma música de decibéis incrivelmente altos, o que causa barulho e vibrações sentidos através das paredes, diz o processo, protocolado na sexta-feira na Corte Suprema do Estado de Nova York.

Reuters |

Karen George, que mora no andar acima da cantora, processou a administradora do prédio, dizendo que nada foi feito desde a sua primeira reclamação sobre o excesso de barulho, em 2008.

Karen disse ter sido forçada a sair do prédio, em frente ao Central Park, durante as sessões de ensaio de Madonna, devido ao barulho e às vibrações que se tornaram "insuportáveis".

O porta-voz da cantora e da administradora se recusaram a comentar o caso.

(Reportagem de Edith Honan)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG