Vítimas de queda de avião no Amazonas serão enterradas nesta segunda-feira

As vítimas do acidente com o avião Bandeirante da Manaus Aerotáxi, que caiu no Rio Manacapuru, no Amazonas, no sábado, serão enterradas nesta segunda-feira. Os corpos das vítimas das famílias Melo e Costa Liberal, que eram a maioria dos passageiros da aeronave, chegaram à cidade de Coari, onde moravam, neste domingo.

Agência Estado |

A família Melo havia fretado a aeronave para ir até Manaus comemorar o aniversário de um dos membros. O acidente deixou 24 mortos e quatro feridos.


Reprodução BandNews
Modelo igual ao do avião que caiu na Amazônia
De acordo com a PM de Coari, o funeral começou às 9 horas do horário local, duas horas antes do horário de Brasília. O velório está sendo acompanhado pela maioria da população da cidade, segundo a PM, no ginásio de esportes Geraldo Grangeiro e o enterro será realizado no cemitério Santa Teresinha.

De acordo com a PM, o copiloto, Danilson Aires da Silva, está sendo velado no Colégio Presidente Kennedy. Uma outra vítima, a Secretaria Municipal de Saúde de Coari, Joelma Aguiar, será enterrada no município de Manacapuru. O corpo do piloto foi transferido para Manaus.

Investigação do acidente

A Aeronáutica investiga se o avião Bandeirante da Manaus Aerotáxi estava com sobrepeso desde a decolagem. A apuração é realizada pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

O turboélice poderia se manter no ar com um só motor, desde que o limite de peso não fosse excedido. A aeronave estava certificada para transportar 19 pessoas, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e levava 28, incluindo dois tripulantes.

Neste domingo, o diretor da Manaus Aerotaxi, Marcos Pacheco, descartou  a possibilidade de excesso de peso no avião.

Em entrevista à imprensa realizada no Terminal 2 do Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus, Pacheco afirmou que a capacidade de transporte da aeronave era de 5,7 mil quilogramas (kg).

Ele não soube informar quanto tempo de voo tinha a aeronave, mas garantiu que o avião estava com a documentação em ordem e autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O tenente-coronel Vladimir Marques, do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), informou que em dez dias será concluída a análise inicial. Após essa análise, começa uma investigação mais detalhada, que pode demorar um ano. 

A queda

O aparelho, um EMB-110 Bandeirante, caiu na tarde do último sábado no rio Manacupuru, afluente do Amazonas, quando fazia um voo fretado com 26 passageiros e dois tripulantes entre o município de Coari e Manaus.

Segundo autoridades aeronáuticas, o piloto do turboélice se comunicou com a torre de controle do aeroporto de Manaus para informar que enfrentava uma forte chuva e um problema técnico e que tentaria uma aterrissagem na região.

Minutos depois dessa comunicação, a torre de controle perdeu contato com a aeronave, cujo piloto aparentemente tentou fazer uma aterrissagem de emergência em uma pista abandonada da aldeia de Santo Antonio, pertencente ao município de Manacapuru, a 80 quilômetros de Manaus.

No entanto, o aparelho caiu no rio, de onde o serviço de resgate conseguiu recuperar com vida Ana Lúcia Reis, de 43 anos; Brenda Dias Moraes, de 21; Eric Evangelista da Costa, de 23, e Yan da Costa Liberal, de 9 anos.

Todos os sobreviventes viajavam na parte traseira do avião, disseram o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil. Brenda contou que quando o avião caiu na água conseguiu abrir a porta traseira e sair da aeronave com as outras três pessoas que sobreviveram, antes de ele afundar.

Uma das sobreviventes explicou às autoridades que um dos motores falhou em pleno voo, por isso o piloto tentou fazer uma aterrissagem de emergência, mas caiu a 500 metros da cabeceira da pista.

Veja a lista dos passageiros do avião:

Passageiros:

01 - Julia Caiane Melo Duarte
02 - Adalto Santos dos Santos
03 - Tamara Maria da Silva
04 - Hosana de Souza Melo
05 - Daniela de Souza Melo
06 - Janete Melo dos Santos
07 - Merciclei de Souza Melo
08 - Mateus Dantas da Silva
09 - Evandro da Costa
10 - João Liberal Neto
11 - Erick da Costa Liberal, 23 anos - sobrevivente
12 - Natalia da Costa Liberal
13 - Joelma Aguiar
14 - Ana Lucia Reis Laurea, 43 anos - sobrevivente
15 - Brenda Dias Moraes, 23 anos - sobrevivente
16 - Jonas de Souza Melo
17 - Micicleide de Oliveira
18 - Yan da Costa Liberal, 9 anos (CHD) - sobrevivente
19 - Stefhanie da Costa Liberal
20 - Laio Neto Melo Pinheiro (CHD)
21 - Anads Junior
22 - Daniel de Melo
23 - Emanuel de Melo (CHD)
24 - Luis Eduardo Melo Santos (CHD)
25 - Maria Eduarda Melo (CHD)
26 - Camile Almeida Melo (CHD)

Tripulantes:

27 - Piloto - César Leonel Grieger, 47 anos, gaúcho
28 - Copiloto - Danilson Cirino Ayres da Silva, 23 anos, amazonense


Local do acidente

(Com informações da Efe e Agência Estado )

Leia mais sobre acidente de avião

    Leia tudo sobre: avião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG