O Estado do Rio de Janeiro terá que indenizar duas mulheres que foram agredidas por um policial militar, segundo decisão do desembargador Sérgio Jerônimo Abreu da Silveira, da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio. Cada uma irá receber R$ 10 mil a título de danos morais.

De acordo com o TJ-RJ, Ângela e Bianca Pires relataram nos autos que notaram que Franklin Caruzo vinha perseguindo seus filhos na rua e foram tirar satisfação. Descontrolado, o policial disse xingamentos, as atacou com um cabo de vassoura e ainda tentou atingi-las com uma foice e uma pá.

Na 1ª Instância, o Estado do Rio foi condenado a pagar R$ 2.500 para cada autora da ação. Inconformadas, elas recorreram e o desembargador decidiu elevar o valor da verba indenizatória.

Para o desembargador Sérgio Jerônimo Abreu da Silveira, o agressor tem o dever, pela função que exerce, de proteger os cidadãos e não agredi-los. O valor de R$ 10 mil para cada autora está em melhor sintonia com a repercussão da lesão extrapatrimonial sofrida por elas, relatou.

Leia mais sobre: indenização

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.