Vítima de sequestro foge de cativeiro e avisa polícia em São Paulo

SÃO PAULO - Vítima de um sequestro, um gerente de produção conseguiu fugir na tarde de quarta-feira do cativeiro onde era mantido refém, em uma favela na região do Jaçanã, na zona norte de São Paulo, e avisar a polícia sobre o crime.

Agência Estado |

Policiais militares prenderam um suspeito, que não portava documentos e foi identificado apenas como Antônio. Com ele, foi apreendido um facão.

O gerente de produção foi sequestrado por quatro homens - um deles conhecido da vítima - na noite do dia anterior.

Ele havia marcado um encontro com uma amiga em um shopping de Guarulhos, na Grande capital paulista. Ao chegar, encontrou o colega acompanhado por três homens. Ao parar para conversar com o conhecido, acabou sequestrado. Ele não quis revelar o nome do conhecido envolvido no crime.

A vítima, de 24 anos, foi levada dentro do próprio carro para a Favela da Torre e mantido dentro de um barraco. Os bandidos roubaram R$ 70 e o veículo. Na porta do barraco, havia a inscrição 15.3.3, que faz referência ao Primeiro Comando da Capital (PCC). Durante o tempo em que ficou em cativeiro, ele foi agredido com um soco no rosto.

Na tarde de quarta-feira, ele pulou uma janela e conseguiu fugir. Descalço, correu até a base da 2ª Companhia do 15º Batalhão da Polícia Militar (PM) de Guarulhos, distante menos um quilômetro do local e pediu socorro.

A Polícia Militar (PM) foi até o local indicado e prendeu um suspeito, que foi encaminhado ao 73º Distrito Policial (Jaçanã), onde o caso foi registrado. O gerente de produção foi levado a um hospital da região, recebeu curativos nos pés e no supercílio e foi liberado em seguida.

Leia mais sobre: sequestro

    Leia tudo sobre: cativeiroseqüestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG