Vítima de seqüestro é resgatada de cativeiro em SP

A diretora de escola Neide de Souza, de 64 anos, foi resgatada de um cativeiro em Itanhaém, na Baixada Santista, na noite de quinta-feira depois de denúncia anônima pelo telefone 190. Ela havia sido seqüestrada em São Paulo no dia 27 de março, segundo informou a Polícia Militar do município.

Agência Estado |

Ainda de acordo com a PM, os policiais perceberam que uma pessoa fugiu pelo matagal ao chegarem ao local onde a vítima era mantida. Localizada em uma favela no Jardim São Fernando, a casa possuía muros altos e era de difícil acesso.

A vítima foi encontrada sentada em uma cama no quartos dos fundos da residência e disse aos policias que esse era o terceiro cativeiro por onde passava.

Outro caso

Os policiais da Divisão Anti-Sequestro do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) resgataram, nesta madrugada, um vendedor, de 31 anos, seqüestrado havia 10 dias. O cativeiro ficava em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo.

O esclarecimento foi possível depois da prisão do estoquista Leonardo Precioso, de 26 anos, na tarde de quarta-feira (16). Ele era o responsável pela negociação do resgate.

A vítima estava seqüestrada desde o dia que foi atacada quando chegava a casa, no Bairro das Oliveiras, Zona Leste. Dois homens participaram da ação. O vendedor, que é filho de um empresário do ramo de matérias para construção, ficou em um barraco na rua da Ladeira, Vila Cristina.

Leia mais sobre: seqüestro

    Leia tudo sobre: seqüestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG