A passageira do ônibus apedrejado na sexta-feira, 19, na Rodovia Presidente Dutra, Rosângela Francinete da Silva, de 24 anos, deverá ser operada na próxima segunda-feira, 22. De acordo com o funileiro e namorado da vítima, José Ailton Gomes da Silva, de 29, Rosângela sofreu duas fraturas e afundamento do maxilar.

"Apesar das dores e do susto, ela está bem", afirmou José. Devido aos machucados, a operadora de custo não está conseguindo falar.

O crime ocorreu ontem, às 23h, na altura do quilômetro 218 no sentido São Paulo-Rio de Janeiro, mil metros antes do trevo de Cumbica, no Jardim Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Três ônibus foram alvejados por pedras e três pessoas se feriram - uma em cada veículo. Dois da Viação Transdutra e um da Transguarulhense, no qual o casal estava.

"Tínhamos acabado de sair do trabalho. Ela subiu na minha frente no ônibus e eu parei para conversar com o cobrador. A Rosângela passou a catraca e de repente ela foi atingida no meio do corredor", recorda o namorado.

A ocorrência foi registrada no 4º Distrito Policial de Guarulhos e os responsáveis pelos ataques não foram identificados. As outras duas vítimas não sofreram lesões graves.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.