A segunda edição da Virada Esportiva atingiu a expectativa de público. Cerca de 2 milhões de pessoas participaram das 700 atividades que ocorreram em 400 locais, desde as 14 horas de sábado até as 14 horas de ontem.

Alguns lugares seguiriam com programação até as 22 horas, caso do Estádio do Pacaembu, do Parque da Juventude e algumas quadras de escolas de samba. Entre as atividades do evento, havia bungee jump, pebolim humano, skate, oficinas de atletismo com esportistas consagrados e até aulas de golfe em parques.

De calça jeans e camisa social, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) participou do último dia da maratona esportiva. Como em 2007, o prefeito deu uma volta de jet ski durante dez minutos na Represa do Guarapiranga, na zona sul, com os secretários municipais de Esportes, Walter Feldmann, e dos Transportes, Alexandre de Moraes, além do presidente da São Paulo Turismo (SPTuris), Caio Carvalho. “O objetivo é mostrar que, sempre que se quiser, se encontram oportunidades para praticar esportes”, disse Kassab.

Na madrugada, jovens que gostam de esportes, mas não dispensam a balada do fim de semana, aproveitaram a Roller Brothers. A festa começou às 14 horas de sábado e, até as 2 horas de ontem, 900 pessoas haviam passado pelo local. Instalado no Morumbi, o espaço mostrou um jeito diferente de praticar esportes populares, como o futebol: no escuro, sob luz de néon. Skate, basquete e paintball também foram opções de esporte. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.