Violência sexual contra menores é tema de evento no Rio

A primeira-dama Marisa Letícia da Silva participa amanhã, no Rio, do lançamento oficial do III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Dona Marisa é a presidente de honra do evento, organizado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos.

Agência Estado |

O início do congresso está previsto para as 10 horas, no Palácio Guanabara. O tema do encontro é "Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e a sua Proteção Contra a Exploração Sexual - Por uma Visão Sistêmica".

Segundo o Ministério do Turismo, um dos órgãos que patrocinam o evento, o objetivo do encontro é mobilizar o governo brasileiro, a iniciativa privada e a sociedade para lutar pela garantia do direito de proteção de crianças e adolescentes. Busca também definir e compartilhar estratégias e experiências para o enfrentamento da exploração sexual de criança e adolescentes.

De 2005 para 2006, o número de registros de violência sexual triplicou, passando de 2.250 para 6.580. Em 2007, o número, que já havia crescido, duplicou, somando cerca de 12,5 mil denúncias. Nos quatro primeiros meses de 2008, o serviço já contabiliza cerca de 5,3 mil registros, o que indica, na avaliação da subsecretária da Criança e do Adolescente, Carmem Oliveira, que o número de denúncias deve chegar a 15 mil no ano. Segundo Carmem, depois de recebida, a denúncia é repassada em até 24 horas para órgãos locais responsáveis, como os Conselhos Tutelares e serviços de assistência social, médica e psicológica, nos casos de abuso na própria família. Em determinadas situações, principalmente as que envolvem exploração sexual de adolescentes, também podem ser acionadas as polícias Militar, Federal e Rodoviária Federal.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG