Vinhedo-SP multa caminhões que desviam de pedágio

Para impedir a fuga do pedágio do quilômetro 82 da Rodovia Anhangüera e o tráfego intenso em Vinhedo, a prefeitura da cidade começou a multar hoje os veículos de carga pesada que circulam em dez vias locais. Somente em três horas de uma blitz realizada no portal de entrada do município, a Guarda Civil Municipal aplicou 31 multas de 85 reais.

Agência Estado |

Cada multa também acarreta quatro pontos na carteira do motorista.

O objetivo da operação - iniciada nos primeiros 15 dias de junho, com uma ação informativa aos caminhoneiros - é reduzir o congestionamento em Vinhedo. "Além das principais vias ficarem congestionadas, o asfalto é danificado com freqüência", disse o prefeito João Carlos Donato (PR). "A cidade não está preparada para receber um fluxo tão grande de caminhões", afirmou.

O Sindicato dos Caminhoneiros de Campinas e Região reprovou a medida e estuda a possibilidade de fazer um boicote à cidade. "Quando o caminhoneiro trabalha para uma empresa, essa empresa paga o pedágio. Quando ele é autônomo, o valor acaba ficando muito pesado para ele pagar, por isso ele desvia. A categoria fala em boicote na entrega de alimentos em Vinhedo", afirmou o presidente do sindicato, Rubens Góis.

O Decreto 83/2008 proíbe o tráfego de caminhões nas Ruas João Edueta, João Degelo, Antonio Bucci, Roma, Carolina Von Zuben e Afonso Garbuio e Avenidas Independência, dos Imigrantes e Apparecida Tellay Seraphim e na Estrada da Boiada. "O prefeito deveria pensar numa solução que não prejudicasse os caminhoneiros. Um rodoanel, por exemplo", afirmou.

Prefeitura

A prefeitura informou que o decreto não se aplica a veículos de carga e descarga de mercadorias que apresentem nota fiscal, além de usados no sistema público de limpeza, pela Polícia Militar (PM) ou Corpo de Bombeiros, para atendimento emergencial a residências, vias públicas, redes de iluminação, telefonia, água e esgoto, televisão a cabo, internet, abastecimento e de hospitais e outros serviços públicos, além dos de carga licenciados no município.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG