Vigilância Sanitária fecha hospital em Campinas-SP

A Vigilância Sanitária de Campinas, no interior de São Paulo, interditou hoje o Hospital Albert Sabin porque a unidade não dispunha de condições técnicas, materiais, funcionais e sanitárias para o atendimento à população. Os pacientes foram transferidos para o Hospital Santa Edwiges.

Agência Estado |

O Albert Sabin passa por uma crise financeira, com queda de conveniados, e havia dispensado mais da metade dos funcionários. Apenas o pronto-socorro funcionava. Um interventor foi nomeado no começo da semana para avaliar a questão. A Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) assumiu a direção fiscal da Micromed Sistemas, responsável pelo Plano de Saúde Sabin.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG