Jônatas Pereira Lima, de 29 anos, foi transferido para Centro de Detenção Provisória; corpo de vítima é enterrado

selo

O vigilante Jônatas Pereira Lima, de 29 anos, foi transferido para um Centro de Detenção Provisória, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública. Na manhã de ontem, Lima disparou quatro tiros contra Sandro Cordon Antônio, um cliente da agência do Bradesco onde ele trabalhava, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista .

O crime teria sido motivado por uma discussão que começou na última sexta-feira, na porta da agência. Lima foi ouvido pela polícia e autuado em flagrante. Hoje, o corpo da vítima foi enterrado no Cemitério Vila Formosa II, na zona leste de São Paulo . Em nota, o Bradesco "lamenta a perda e presta total solidariedade aos familiares".

Baleado pelas costas

A polícia já analisa as imagens das câmeras de segurança, que registraram o momento em que a vítima foi baleada. Nas imagens, o fiscal é visto chegando ao banco para falar com o vigia. Após discussão, é possível ver Cordon utilizando uma funcionária do banco como escudo e sendo baleado pelas costas. Após receber quatro tiros, a vítima morreu no local.

Veja as imagens registradas pelas câmeras de segurança:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.