Vídeo flagra dinheiro sendo colocado na cueca no DF

O mensalão do DEM não ficou só nas meias, sacolas e bolsos de paletó. Surgiu o dinheiro na cueca.

Agência Estado |

Vídeo gravado pelo ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal Durval Barbosa mostra o empresário Alcyr Collaço, citado no inquérito como emissário do PPS, colocando maços de notas de R$ 100 na cueca. Collaço é presidente do jornal Tribuna do Brasil, de circulação em Brasília e região. Ontem o jornal estampava a manchete "GDF fala sobre complô político" .

Após entrar na sala de Barbosa, ele levanta a camisa e começa a esconder o dinheiro por dentro da calça. Em seguida passa a colocar os maços também na parte interna traseira da roupa. Com a cueca recheada, usa então os bolsos. O telefone celular é retirado para dar lugar a mais dinheiro.

As imagens gravadas com uma câmera escondida revelam um suposto esquema de pagamento a políticos, empresários e aliados do governo de José Roberto Arruda (DEM), proveniente de propina vinda de empreiteiras e prestadoras de serviço. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG