Vice-presidente do PT de Pernambuco é assassinado

RECIFE ¿ O vice-presidente do PT pernambucano, Manoel Bezerra de Matos Neto, de 44 anos, foi assassinado no final da noite deste sábado no município de Pitimbu (PB), cidade praieira, que fica a cerca de uma hora de distância de João Pessoa. O petista, que também era advogado, estava com a família descansando na casa da praia, quando dois homens encapuzados entraram e disparam dois tiros à queima-roupa contra ele, um atingiu o peito e o outro a cabeça. Manoel Matos morreu no local.

Agência Nordeste |

Manoel Matos, há cerca de um ano, havia denunciado grupos de extermínio no interior de Pernambuco. Ele, que era uma das principais testemunhas da CPI do Grupo de Extermínio, comandada pelo deputado federal Luiz Couto, ficou sob escolta policial durante esse período.

A Executiva do PT da Paraíba entrou em contato com a Secretaria estadual de Segurança, pedindo urgência na identificação e na punição dos responsáveis pelo assassinato.

Segundo petistas, Manoel Matos atuava de forma ativa em área de fronteira entre os Estados de Pernambuco e Paraíba. A assessoria do deputado Luiz Couto informou que o parlamentar pedirá a participação do Ministério da Justiça na apuração do crime. O corpo do vice-presidente petista foi levado para o Instituto de Medicina Legal de João Pessoa.

Leia mais sobre: assassinatos

    Leia tudo sobre: assassinatopernambucoviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG