O vice-prefeito de Embu-Guaçu, na Grande São Paulo, o médico Fernando Branco Sapede, de 47 anos, foi preso nesta segunda-feira, suspeito de cometer crime de falsidade ideológica. Outro homem, que não foi identificado pela polícia, também foi detido por exercício ilegal da medicina na clínica em que Sapede trabalha.

A polícia investiga se o vice-prefeito cedeu seu registro médico para outra pessoa exercer a profissão. Os dois foram levados à Delegacia Seccional de Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a polícia chegou até a clínica, no centro de Embu-Guaçu, após receber denúncia anônima. O falso médico informou à polícia que tinha um acordo com Sapede para usar o carimbo e trabalhar na clínica dele enquanto tentava tirar o registro de médico no Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.