Vice de Cunha Lima recorre ao TSE para ficar no cargo

O vice-governador da Paraíba, José Lacerda Neto (DEM), apresentou nesta quarta-feira um mandado de segurança ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para permanecer no cargo até a publicação no Diário da Justiça da decisão que confirmou sua cassação na noite de terça-feira.

Agência Estado |

Segundo a defesa de Lacerda, a cassação só ocorre após a sua publicação no Diário da Justiça e o fim do prazo para a apresentação de possível recurso. Os ministros decidiram nesta terça-feira, entretanto, que a sentença da Corte tem eficácia imediata.

O TSE manteve na sessão plenária de ontem a cassação de Lacerda Neto e do governador, Cássio Cunha Lima (PSDB), por abuso de poder econômico e político e conduta vedada a agente público nas eleições de 2006.

Os ministros rejeitaram os sete recursos que pediam mudanças na decisão da Corte que cassou o mandato de Cunha Lima no dia 20 de novembro passado.

Após confirmar a cassação do governador e do vice, os ministros do TSE determinaram ainda que assumirá o cargo o segundo colocado nas eleições de 2006, o senador José Maranhão (PMDB).

    Leia tudo sobre: tse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG