Viana diz que aceita exigências feitas pelo PSDB

O senador Tião Viana (PT-AC) divulgou hoje uma carta em que aceita as exigências feitas pelo PSDB para apoiar a candidatura dele à presidência do Senado. No texto, Viana afirma que sua resposta ao PSDB é extensiva aos partidos e ao País.

Agência Estado |

O senador petista afirma que as 12 exigências apresentadas pelos tucanos coincide com os pontos que ele próprio vem defendendo em sua campanha.

Tião Viana diz que oferece não só ao PSDB, mas aos demais partidos "uma candidatura construída à luz do dia e afirmada publicamente, valorizando a transparência e buscando a superação dos conchavos e da dissimulação que tanto comprometem o exercício da política".

O candidato do PT transcreve as 12 exigências dos tucanos e afirma concordar com todas elas. Entre os compromissos com os quais se identifica, diz, está a reafirmação de posição contrária a uma emenda constitucional propondo um terceiro mandato para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o apoio à proposta do PSDB de recuperar a imagem do Senado. Segundo Viana, trata-se medidas "para reerguer a imagem do Senado e provocar o reencontro do Congresso Nacional com a sociedade brasileira".

Da lista do PSDB, divulgada hoje, constam também a independência e a defesa da soberania do Congresso e do Senado, a exigência de respeito às oposições e o compromisso de rejeitar sumariamente as medidas provisórias (MPs) que não atenderem ao princípio constitucional de urgência e relevância.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG