Viagem de trem até vilarejo está entre as melhores do mundo

Viagem de trem até vilarejo está entre as melhores do mundo Por Roberto Almeida* Flam, 15 (AE) - A viagem pela Flamsbana, o milagre da engenharia norueguesa, tem início em Myrdal e chega até o vilarejo de Flam, na boca de entrada do Sognefjord - considerado o maior fiorde do mundo. Os vagões verdes, com assentos em madeira e detalhes artesanais, dão charme ao trajeto, que tem apenas 20 quilômetros, cumpridos em uma hora.

Agência Estado |

As paisagens são impressionantes.

A linha férrea, que começou a ser construída em 1923, só ficou pronta 17 anos depois. Deu resultado. O passeio está entre os 25 melhores do mundo, de acordo com a Sociedade Internacional de Viajantes de Trem. A locomotiva a vapor trota lentamente, a menos de 10 km/h, com paradas estratégicas para fotos de cachoeiras e vales abissais.

O diferencial aqui é o contorcionismo que o trem faz para conseguir cruzar as montanhas e descer cerca de 750 metros até o Vale de Flam. Parte da linha foi construída em espiral, ladeando montanhas, para conseguir o feito. Quando não deu para contornar, túneis e mais túneis foram escavados na rocha.

A parada principal da Flamsbana é para observar a Rjoandefossen, uma cachoeira de 140 metros de altura, uma das maiores da Noruega.

TRILHA
Para quem quer mais emoção e suar a camisa, é possível alugar uma bike em Finse (uma parada antes de Myrdal) e fazer o trajeto pela Rallarvegen, uma trilha que também passa por cachoeiras e pequenas fazendas.

Em alguns trechos, o percurso acompanha a Flamsbana até o ponto final. São 55 quilômetros de pedaladas. Turistas alemães, que chegaram resfolegando a Flam, garantiram que valeu a pena superar cada metro percorrido. O trecho, disseram, não é perigoso.

*O repórter viajou a convite do Visit Norway e da KLM

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG