Via Campesina realiza marcha rumo a fazenda no RS

Cerca de 200 manifestantes de movimentos ligados à Via Campesina realizam marcha em Rosário do Sul, sudoeste gaúcho, em direção à Fazenda Tarumã, para criticar a possível mudança na lei que define a faixa de fronteira e a aquisição de terras nesta área por empresas estrangeiras. O grupo partiu do assentamento Coqueiro e irá percorrer cerca de 17 quilômetros, disse Aldoir Lopes, integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Agência Estado |

Segundo Lopes, o objetivo é realizar um ato em frente à fazenda. A caminhada começou às 10h30.

O principal alvo do protesto é a compra de terras pela companhia sueco-finlandesa Stora Enso, que começou em 2005 a formar uma base florestal no Estado. Tramitam propostas na Câmara e Senado que reduzem a largura da faixa de fronteira. Dentro desta área, empresas estrangeiras precisam de autorização do Conselho de Defesa Nacional para registrar propriedades em seu nome. A marcha integra a semana de protestos da Via Campesina contra o modelo agrícola que, segundo os movimentos, favorece a monocultura e as transnacionais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG