Veríssimo lança livro na Espanha e comenta novos projetos

MADRI ¿ O escritor brasileiro Luís Fernando Veríssimo acaba de lançar na Espanha o livro Borges e os Orangotangos Eternos, uma homenagem ao autor argentino Jorge Luis Borges, a quem transforma em detetive de um assassinato.

Redação com Agência EFE |

Admirador declarado de Borges e de sua literatura, Veríssimo escolheu o autor de "O Aleph" quando lhe ofereceram a oportunidade de escrever um romance no qual um autor reconhecido devia protagonizar uma história.

Desta forma, Borges, junto com o narrador do romance, um judeu alemão que emigrou para a América, se transformam em detetives de um assassinato cometido em Buenos Aires durante a realização do congresso anual da Israel Society.

Um pouco tímido e acanhado, mas parecendo à vontade rodeado por vários conterrâneos, Luis Fernando Veríssimo participou de um encontro com jornalistas, leitores e tradutores na Embaixada Brasileira em Madri, na Espanha.

Em uma entrevista concedida à Agência Efe, esse gaúcho polivalente - além de escritor, ele é poeta, cronista, jornalista e músico - falou sobre política, literatura, viagens e novos projetos.

"Todos os livros que escrevi até hoje foram encomendados. Agora estou fazendo o primeiro que eu mesmo me encomendei", brincou o escritor. A obra já tem nome, "Os Espiões", uma trama que se passa no interior do Rio Grande do Sul.

Veríssimo ainda está trabalhando no texto e acredita que o lançamento no Brasil será feito na metade ou no fim de 2009.

    Leia tudo sobre: literatura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG