Vereadores eleitos pelo PRP em Fortaleza podem não tomar posse

FORTALEZA - Os dois vereadores eleitos pelo Partido Republicano Progressista (PRP), em Fortaleza, em 5 de outubro passado, estão ameaçados de não assumir em 1º de janeiro de 2009. O partido ingressou na Justiça Eleitoral cobrando as vagas, alegando que Adail Júnior e Benzaliel Constant do Nascimento (Irmão Léo) cometeram irregularidades, nos registros das candidaturas.

Agência Nordeste |

Segundo o presidente do PRP do Ceará, Moreira Leitão, Irmão Léo falsificou diploma de escolaridade de Nível Médio e Adail foi expulso do partido por não aceitar o estatuto.

Irmão Léo e Adail se dizem perseguidos por Moreira Leitão e afirmam que as acusações são inverídicas. Adail revela que, mesmo sendo expulso do partido, entrou com um processo de registro de reconsideração para ocupar uma das três vagas restantes da quota do PRP. Irmão Leó nega o diploma falso.

Os casos estão na Justiça Eleitoral, que deve se pronunciar antes da diplomação dos eleitos, marcada para 19 de dezembro. Caso eles sejam cassados, assumem os suplentes do PRP, Ibernon da Paz Monteiro e Lucimar Vieira Martins.

    Leia tudo sobre: eleições 2008

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG