Vereadores de capitais aumentam salários em até 147%

Em pelo menos 7 das 26 capitais brasileiras, os vereadores eleitos e reeleitos começarão 2009 com um salário mais gordo. Seis propostas já aprovadas e uma a ser votada garantirão aumentos de vencimentos para as Câmaras de Vitória (ES), Salvador (BA), Curitiba (PR), João Pessoa (PB), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO) e Recife (PE).

Redação com Agência Estado |


Acordo Ortográfico

O maior aumento concedido até agora é o de Vitória (ES), onde os vereadores elevaram seus salários de R$ 3 mil para R$ 7,4 mil. O reajuste de 147% foi aprovado no dia 29 de outubro. Dos 12 vereadores presentes à sessão, apenas um foi contrário à proposta.

Salvador e Curitiba são as duas capitais com o segundo maior índice de aumento. Na capital baiana, onde foi registrado o maior índice de renovação de cadeiras na história da Câmara, os atuais vereadores se apressaram em aprovar às vésperas da eleição um aumento de 29% nos salários, que, a partir de 2009, sobem de R$ 7,1 mil para R$ 9,2 mil.

Em Curitiba, os 38 parlamentares que assumem seus postos em 2009 iniciarão o ano com um salário 29% superior ao atual. Os vereadores decidiram, às vésperas da disputa eleitoral, cuidar de deixar os bolsos dos sucessores, e os próprios, mais cheios. Assim, elevaram seus vencimentos de R$ 7,1 mil para R$ 9,2 mil.

Em Recife (PE), onde a Câmara terá um vereador a mais a partir de janeiro, totalizando 37 cadeiras, o salário deve ser aumentado de R$ 7,5 mil para R$ 9 mil, mas o projeto ainda não foi votado. Pela Constituição, os salários dos vereadores variam de 20% a 75% do vencimento do deputado estadual, conforme o número de habitantes.

No Rio, por exemplo, a Câmara paga a seus vereadores R$ 9,2 mil, mas, a partir de janeiro de 2009, eles poderão passar a ganhar exatamente 75% dos vencimentos de um deputado estadual, por força de regra da legislação - o que deverá lhes garantir vencimentos de R$ 9,4 mil, sem necessidade de projetos específicos de aumento.

No interior também

Reajustes salariais nas Câmaras não são exclusividade de capitais. Em São Paulo, cidades do interior também aumentarão os salários dos vereadores.

Em São José dos Campos e Taubaté, no Vale do Paraíba, os vereadores assumirão seus postos no dia 1° de janeiro com aumento salarial de 83% e 62%, respectivamente. Em Santos, no litoral paulista, os salários subirão 28,5% e em Campinas, a 95 quilômetros da capital, uma comissão foi formada para estudar qual índice será utilizado para reajustar os ganhos do Executivo e do Legislativo.

Em Ribeirão Preto, não houve reajuste para a próxima legislatura. No entanto, os parlamentares da cidade estão entre os mais bem pagos do País: recebem R$ 9,14 mil ao mês. O último reajuste ocorreu em 2007, quando o Congresso Nacional aprovou o aumento dos salários dos deputados em 28,5%.

(Com informações são do jornal "O Estado de S. Paulo")

Leia mais sobre: salários dos vereadores

    Leia tudo sobre: vereador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG