Vereador é preso suspeito de tráfico no interior de SP

O vereador Cláudio Donizete Crispolino (PTB), de 45 anos, foi uma das sete pessoas presas ou apreendidas ontem, em Patrocínio Paulista, na região de Ribeirão Preto (SP), acusadas de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Entre os detidos estão três adolescentes (duas meninas e um menino).

Agência Estado |

A investigação, comandada pelo delegado Leopoldo Gomes Novais, para desmantelar o tráfico na cidade, durou mais de um mês e teve outras prisões semanas antes. O que levou Crispolino à prisão foi o fato de que a quadrilha de traficantes alugava um bar de sua propriedade, onde eram comercializadas as drogas. O delegado acredita que o vereador tinha participação ativa no tráfico. Crispolino está em seu terceiro mandato como vereador. A família dele não quis comentar o caso.

A Polícia Civil de Patrocínio Paulista fez outras prisões relacionadas ao tráfico no final de janeiro. Câmeras de monitoramento foram instaladas em pontos de tráfico durante a investigação. As prisões de ontem decorreram de desdobramento da ação anterior. Foram presos ainda o lavrador Célio Dias Rezende Júnior, de 20, o diarista Francis Lennon Lisboa Bedim, de 19 e a dona de casa Dinalva Pereira Souza, de 44.

E foram apreendidas duas meninas, de 15 e de 16 anos, além de um adolescente de 15 anos. Os homens e o menino foram levados para a Cadeia da Guanabara, em Franca, e a mulher e as duas meninas para a Cadeia Feminina de Batatais. Os menores foram para celas especiais até que a Justiça defina os seus destinos.

O presidente da Câmara de Patrocínio Paulista, Ricardo de Figueiredo Magrin (PSB), ficou surpreso com a prisão de Crispolino, que é o primeiro secretário da Mesa Diretora. Segundo ele, um vereador pode faltar até 11 vezes no ano e, na sessão de ontem, foi a primeira falta de Crispolino. "Vamos aguardar os desdobramentos", disse Magrin.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG