Vereador de Alcinópolis é morto em Campo Grande

Crime aconteceu no início da tarde, quando a vítima havia saído de um hotel no centro da capital de Mato Grosso do Sul

AE |

O presidente da Câmara Municipal de Alcinópolis (MS), Carlos Antônio Carneiro, 40 anos, foi assassinado nesta terça-feira, no centro de Campo Grande. O crime aconteceu no início da tarde, quando a vítima havia saído de um hotel, onde foi buscar informações sobre hospedagem de uma pessoa de nome Antônio.

Ao retornar ao seu carro, foi surpreendido por um homem e recebeu três tiros a queima roupa, conforme informações de pessoas que presenciaram a execução do parlamentar.

Uma delas é policial da Diretoria Geral de Polícia Civil, e saiu correndo atrás do atirador, que logo após os disparos foi apoiado por um motociclista e fugiu, mas foi alcançado e preso. Segundo o delgado do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Seqüestros), Ivan Barreras, Irineu Maciel, o autor do crime é Aparecido Souza Fernandes, 28 anos, identificado como condutor da moto. Eles disseram no Garras terem recebido R$ 20 mil para executar o político.

A dupla de pistoleiros foi contratada, conforme a polícia, em Ponta Porã, divisa com o Paraguai, no extremo sul do Estado. O assassinato foi um choque para Alcinópolis. A cidade tem 4.500 habitantes e recebeu o nome devido ao fundador, Alcino Carneiro, vice-prefeito e pai do vereador assassinado. Alcino Carneiro veio para Campo grande logo após receber a notícia sobre a morte de Carlos Antônio.

O delgado afirmou estar realizando sucessivas buscar, em vários endereços, para descobrir o mandante do crime. Os dois suspeitos disseram que não chegaram a ver o mandante, e receberam a quantia contratada depois de depositada em um banco.

    Leia tudo sobre: campo grandeassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG