Verão pede cuidado redobrado com higiene íntima

Verão pede cuidado redobrado com higiene íntima Por Andrezza Zanandrea São Paulo, 11(AE) - Com o aumento das temperaturas, a transpiração também é maior. Por isso, os cuidados com a higiene, inclusive a íntima, devem ser redobrados nesta época.

Agência Estado |

As medidas são bem simples, como tomar mais banhos, usar roupas leves e calcinhas de algodão.

Nos meses do verão, a freqüência de mulheres aos consultórios de ginecologistas com queixas de sintomas de candidíase, como coceira e aumento de corrimento, chega a aumentar em um terço, segundo a ginecologista Carolina Ambrogini, da Unifesp. "No verão, as condições ajudam na proliferação de microorganismos, principalmente os fungos, que levam à candidíase."

Hábitos aparentemente inocentes, como ficar o dia inteiro com o biquíni molhado, criam o ambiente perfeito - quente e úmido - para fungos e bactérias se multiplicarem. Além disso, usar calça comprida e tecidos sintéticos ajuda a abafar a região. "O melhor é usar roupas mais frescas e largas, como saias e vestidos", indica a médica. Também deve ser abolido o uso de protetores diários, que ajudam a abafar a região. A ginecologista indica o uso, durante o período menstrual, de absorventes internos, mesmo que não se vá à praia ou à piscina.

Para ajudar com os cuidados nessa parte do corpo tão delicada, laboratórios lançaram vários produtos, em forma de sabonete líquido, spray e lenços umedecidos. "Em geral, o uso desses produtos é benéfico, porque leva as pessoas a terem mais cuidado", atesta Carolina. Ela afirma, ainda, que devem ser evitados por alérgicas, que podem ter reações por conta do cheiro.

Autor do livro "Infecção genital na mulher", o professor Sérgio Peixoto, do Hospital das Clínicas e da Faculdade de Medicina do ABC, explica que a região vaginal é ácida, enquanto os sabonetes convencionais, em barra, são alcalinos e fazem espuma, que é irritante. Já os produtos voltados à higiene íntima são mais adequados, pois têm acidez semelhante, mas não devem ser usados todos os dias. Outro alerta: evitar depilação em excesso. "Os pêlos devem ser retirados no máximo uma vez por semana."

Para os homens, as dicas são as mesmas, para evitar infecções. O urologista Fernando Almeida, da Unifesp, afirma que não há necessidade de se usar um sabonete específico para a região genital. "A pele é igual à do resto do corpo. Basta usar água e sabonete. Se fizer mais calor, lavar mais de uma vez ao dia."

Boxe:
DICAS PARA UM VERÃO SAUDÁVEL

O que fazer e o que não fazer
Use roupas leves e mais largas, feitas em tecidos naturais, para não deixar a região abafada

Prefira roupa íntima de algodão. Deixe as sintéticas para ocasiões especiais

Não use meias de material sintético

Não fique com roupa de praia molhada durante muito tempo, para evitar a proliferação de bactérias e fungos

Não use protetor diário de calcinha

Tome banho sempre que transpirar em excesso

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG