Ventos causam destruição e deixam três feridos no PR

Ventos fortes provocaram estragos principalmente nas regiões oeste e sudoeste do Paraná na madrugada desta segunda-feira. Os maiores problemas foram verificados em Toledo, a 555 quilômetros de Curitiba, no oeste do Estado.

Agência Estado |

Os ventos com 66,6 quilômetros por hora, segundo o Instituto Tecnológico Simepar, atingiram parte da área central da cidade e um parque de exposições, onde era realizado um evento agropecuário. Três pessoas precisaram ser hospitalizadas, mas não correm risco de morte.

Os ventos provocaram o tombamento de um caminhão e, com ele, a queda de uma roda gigante que sustentava. Naquele momento não havia ninguém no brinquedo. Nenhuma das barracas e tendas da exposição ficou em pé. Em uma delas, um grupo com cerca de 20 pessoas ainda realizava um lanche e houve muita correria.

A ventania também arrancou as coberturas de alguns prédios públicos. Em uma das avenidas centrais da cidade, o vento destelhou praticamente todas as residências. Hoje, a Defesa Civil entregava lonas para cobertura de aproximadamente 500 casas. Carros também foram destruídos com as quedas de algumas árvores.

Em alguns municípios vizinhos os ventos foram mais fortes que em Toledo. Em Assis Chateaubriand, por exemplo, eles alcançaram 104,4 quilômetros por hora, enquanto em Palmital atingiram 113 km/h. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) mediu ventos de 115,60 km/h em Dois Vizinhos, na região sudoeste. Alguns dos outros municípios atingidos pelos ventos e que tiveram prejuízos foram Cascavel, Palotina e Jesuítas.

Leia mais sobre clima

    Leia tudo sobre: paranávento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG